© 2021 Vera Cruz
Tel.: 11 3024-5315 | 3024-5314
Horário de atendimento das 7h45 às 17h30

  • Metodologias Ativas para uma Educação Integral

Metodologias Ativas para uma Educação Integral

Objetivo

Preparar professores para atuarem em seus campos profissionais – da Educação Básica ao Ensino Superior –, incluindo todas as modalidades específicas de ensino, com o conhecimento e a competência sobre como promover estratégias ativas, equitativas e inclusivas de aprendizagem para o desenvolvimento integral de seus alunos. Para isso, eles devem ter como base o corpo de conhecimento interdisciplinar das ciências das aprendizagens e as práticas colaborativas e cocriativas, em uma robusta comunidade de aprendizagem: a turma em formação.

Público-alvo

  • Educadores, professores e coordenadores pedagógicos do Ensino Fundamental, Ensino Médio, dos ensinos técnicos, da educação não formal (organizações sociais voltadas a jovens, cursos complementares em espaços maker, educativo de museus, cursos e oficinas mão-na-massa por temporadas/férias etc.) e do Ensino Superior. Não é recomendado a educadores da Educação infantil.

Pré-requisitos

Formação superior e aprovação no processo seletivo.

Duração

2 anos (44 semanas letivas no primeiro ano e 35 semanas no segundo ano)

Carga horária

360 horas

Modalidade

Híbrido: presencial (80%) e online, síncrono e assíncrono (20%)

Dias e horários

Às quartas-feiras, das 19h00 às 22h00, + 1 sábado por mês, com 6 horas de aula.

Mensalidade

R$ 1.320,00

Profissionais da rede pública podem se candidatar a desconto de 25% no valor da mensalidade.

Processo seletivo

Quer fazer parte das turmas de 2022?

Disciplinas

  • Avaliação Formativa e Documentação

    Esta disciplina trata das premissas e estratégias de avaliação formativa, a qual surge como uma proposta que viabiliza não apenas o acompanhamento processual da construção dos saberes, mas, principalmente, contribui diretamente para promover o fortalecimento de tais conhecimentos. Além disso, a avaliação formativa  proporciona recursos que auxiliam os professores no mapeamento e na avaliação das próprias práticas, com foco no automonitoramento e na autoavaliação individual e coletiva, o que viabiliza sua revisão e seu aprimoramento constante. O módulo enfatiza a criação de portifólios e rubricas (incluindo sua revisão e validação, com os cursistas).

     Objetivos

    • . Compreender a relevância da avaliação para aprendizagem ao longo do processo, a fim de aprimorar os resultados da aprendizagem dos alunos e identificar as necessidades de ajustes nas práticas propostas.
    • . Criar e experimentar estratégias, instrumentos e registros avaliativos dos processos de aprendizagem.

     

  • Currículo e Educação Integral: Visão Formativa, Histórico e Proposições Inovadoras (Território Educativo e Descolonização do Currículo)

    Esta disciplina apresenta uma visão de currículo pautada na educação integral e se fundamenta na revisão do conceito de currículo feita pelas teorias crítica e pós-crítica. O módulo propicia, como reflexão essencial, a necessidade de produção de um currículo a partir do reconhecimento da diferença, sendo constituído por processos de escuta e produção coletiva.

  • Rotinas de Pensamento Visível

    Esta disciplina apresenta a pesquisa de meta-análise de John Hattie, elaborada pela Universidade de Auckland, na Nova Zelândia, sob o título “Aprendizagem Visível”, além da relevância dos princípios destacados nos resultados de tal proposta. As aulas buscam aprofundar a apresentação da proposta de ensino para compreensão do Project Zero (Harvard Graduate School) e focar na pesquisa “Pensamento Visível” (Thinking Visible) com o conhecimento, o planejamento e a experiência, a partir de rotinas de pensamento. Neste módulo, os professores ganham repertório em diversas rotinas de pensamento e aprimoram sua capacidade para planejar quando e como utilizá-las com autonomia, flexibilidade e crítica.

     Objetivos

    • . Compreender, experimentar e criar propostas estruturadas, a partir dos dez princípios da aprendizagem visível, com ênfase na transformação propiciada pelas rotinas de pensamento.
    • . Aplicar as rotinas de pensamento já existentes, elaboradas por pesquisadores da Universidade de Harvard.
    • . Desenvolver o planejamento de atividades didáticas com rotinas do pensamento, considerando as premissas definidas pela Universidade de Harvard.
  • Aprendizagem Visível e Evidências das Ciências da Aprendizagem. Pesquisas Baseadas em Evidências – Conexões entre os Corpos de Conhecimento da Pedagogia do Século XIX e XX ao XXI.

    Esta disciplina estuda o corpo de conhecimento das ciências das aprendizagens e as evidências de pesquisas educacionais contemporâneas para compreender a evolução dos processos de ensino e aprendizagem ao longo dos últimos dois séculos. O objetivo deste módulo é a compreensão crítica das mudanças educacionais e o oferecimento de subsídios para que os cursistas possam discernir entre inovação, mudança e slogans pedagógicos, com relação aos métodos ativos. Especificamente, a disciplina trata da leitura e da discussão crítica de grandes reports educacionais (como NRC 1999; 2012; DARLING-HAMMOND; BRANSFORD, 2019; BRANSFORD, 2009) e teorias clássicas da aprendizagem, até estudos neurocientíficos contemporâneos.

    Objetivos

    • . Desenvolver a compreensão do processo evolutivo do ensino e aprendizagem, do século XIX ao século XXI.
    • . Refletir, com os cursistas, sobre a aprendizagem por competências, a pedagogia ativa cada vez mais claramente estruturada e a mediação das tecnologias nesses processos.
    • . Compreender criticamente as evidências da pesquisa educacional contemporânea.
  • Métodos Ativos, Estratégias e Oficinas por Competências

     

    Esta disciplina visa apresentar a fundamentação e origem de cada metodologia ativa de ensino e aprendizagem para o desenvolvimento de competências. Durante as aulas, os alunos experimentam o passo a passo das sequências didáticas que estruturam alguns dos principais métodos e estratégias ativas em uso. Além disso, a disciplina promove experiências reflexivas, a partir das quais é possível compreender com mais clareza os ajustes que precisam ser feitos em tais sequências, de maneira a ampliar o impacto das práticas de ensino e aprendizagem sobre os resultados dos alunos.

     Objetivos

    • . Compreender as origens de alguns dos métodos ativos mais conhecidos e utilizados, com detalhamento das atividades que estruturam as sequências didáticas das referidas propostas, para melhor compreensão sobre como esses detalhes impactam diretamente os resultados de aprendizagem dos alunos.
    • . Mensurar, por meio de autoavaliação e avaliação coletiva, os impactos e resultados das oficinas planejadas de forma integrada ao método escolhido.
    • . Participar de atividades e refletir sobre a própria prática, de modo a promover a reflexão e a elaboração de ajustes das propostas, com foco no desenvolvimento de competências.
    • . Transpor as metodologias experimentadas às suas próprias práticas pedagógicas, planejando a aplicação de conceitos, procedimentos e atitudes a outros contextos de ensino e aprendizagem.
  • Ética e Gestão de Conflitos: Planejando Trabalhos em Grupo – Como Mediar Grupos para Garantir a Equidade

    Esta disciplina trata dos aspectos que compõem a natureza humana e que participam da construção de uma personalidade ética, os quais são mediados pela convivência na escola e pelos procedimentos de educação sociomoral. Tais aspectos visam o desenvolvimento da autonomia e revelam a importância dos conflitos para as relações humanas e os processos de mediação e intervenções possíveis em ambiente escolar.

    Objetivos

    • . Conhecer a gênese de uma personalidade ética, compreendendo como se dá o desenvolvimento moral;
    • . discutir a necessária participação dos afetos (as chamadas “competências socioemocionais”) na construção da moralidade, bem como da convivência entre as pessoas;
    • . refletir sobre a importância dos conflitos interpessoais como um dos meios para o favorecimento da assertividade;
    • . analisar os procedimentos de resolução de conflitos empregados na escola, assim como as consequências na formação sociomoral das crianças e dos adolescentes; e
    • . favorecer a construção de relações mais éticas, em que nossos alunos possam encontrar espaços de participação democrática e possibilidades de expressão de seus sentimentos, bem como exercitar formas de linguagem que reconheçam sentimentos e que permitam a tomada de decisões.

     

  • Gamificação e Aprendizagem Baseada em Projetos

    Esta disciplina trata dos pontos de aproximação e de diferenciação entre aprendizagem, baseada em jogos e aprendizagem gamificada. O módulo busca, ainda, promover a reflexão para a criação de experiências de aprendizagem, apoiada nesses conceitos.

    Objetivos

    • . Conhecer a fundamentação neurocientífica do engajamento gerado pela aprendizagem baseada em jogos e na gamificação, para modular e planejar os tipos adequados de conteúdos de ensino voltados a esse tipo de metodologia;
    • . conhecer as premissas básicas da estruturação de jogos;
    • . compreender as diferenças entre aprendizagem baseada em jogos e gamificação; e
    • . planejar e implementar atividades gamificadas e jogos virtuais simples, por meio de plataformas digitais pré-configuradas.
  • Aprendizagem Criativa, Cultura Maker e Design

    Esta disciplina apresenta as origens da aprendizagem criativa (RESNICK, 2018) e maker (BLIKSTEIN et al, 2016; CLAPP et al, 2018) e sua ampla aplicação na educação contemporânea. Durante as aulas, é analisada a concepção de protagonismo nesse tipo de aprendizagem, por meio do design (Agency by Design), e como ele pode ser trabalhado na educação, de forma a promover e alavancar o planejamento e a implementação de processos de aprendizagem. O módulo trata, também, das premissas do aprendizado criativo pelas mãos (tinkering ou tinkerar).

     Objetivos

    • . Promover o conhecimento e a compreensão das premissas do construcionismo e da cultura maker;
    • . experimentar a relevância da adoção dessas premissas nos processos de ensino e aprendizagem para o desenvolvimento de competências essenciais à sociedade contemporânea altamente tecnológica;
    • . conhecer e criar processos voltados à elaboração de propostas criativas, por meio do uso de premissas de design de pensamento criativo, como design thinking, tinkering, sprints, mapas mentais e conceituais; e
    • . desenvolver e implementar recursos de registro dos processos de ensino e aprendizagem.
  • Planejamento reverso

    Esta disciplina fundamenta a concepção de planejamento e ensino para a compreensão, por meio da metodologia do planejamento reverso. Durante as aulas, são analisados diferentes exemplos de práticas, que demonstram a importância do alinhamento entre ensino, currículo e avaliação, a partir da identificação do que os estudantes sabem e precisam saber. O módulo apresenta todos os estágios para a elaboração do planejamento reverso, desde os objetivos de aprendizagem até a avaliação – instrumento fundamental para a identificação da compreensão dos conceitos e das habilidades aprendidas. A disciplina propõe, ainda, experiências voltadas à criação e à partilha de planejamentos docentes, com base nessa concepção.

     Objetivos

    • . Compreender a lógica do planejamento reverso em todos os seus estágios: resultados desejados, evidências aceitáveis (avaliação) e plano de aprendizagem;
    • identificar as características centrais do planejamento reverso, que leva em consideração, primordialmente, os objetivos de aprendizagem;
    • . compreender como a metodologia do planejamento reverso possibilita a centralidade do ensino na aprendizagem, apoiando a seleção de estratégias pedagógicas efetivas no desenvolvimento da compreensão;
    • . selecionar atividades avaliativas que sejam adequadas à verificação das aprendizagens e ao ajuste dos percursos formativos;
    • . elaborar um planejamento reverso para uma unidade curricular; e
    • . implementar o planejamento reverso e tematizar, criticamente, a própria prática.

     

  • Tecnologias Digitais na Educação

    Esta disciplina tem como objetivo promover a compreensão, o planejamento e a experimentação sobre como adotar as tecnologias digitais de informação e comunicação nas práticas didático-pedagógicas, considerando contextos e modalidades variadas.

     Objetivos

    • . Compreender como se dá o método de apropriação de uso das tecnologias digitais nos processos educacionais;
    • . planejar os usos das tecnologias digitais nos espaços educativos, considerando a complexidade dos contextos;
    • . conhecer e promover o desenvolvimento das competências digitais de forma integrada às demais competências previstas para serem trabalhadas em um processo; e
    • . definir e refletir sobre o conjunto de tecnologias digitais de informação e comunicação que será utilizado ao longo de um processo de ensino e aprendizagem.

     

  • Design de Experiência de Aprendizagem

    Esta disciplina promove o alinhamento entre os principais tópicos apresentados nas disciplinas anteriores (métodos e estratégias; objetivos e evidências de aprendizagem; instrumentos e registros avaliativos; tipos de participação e protagonismo; elaboração de perguntas e rotinas do pensamento; e tecnologias digitais), para que os cursistas compreendam mais claramente como tais aspectos devem ser planejados de forma integrada e convergente entre si. Assim, é possível gerar experiências e aprendizagens diferenciadas e inovadoras, a partir das premissas de design, de maneira a tornar esse processo cada vez mais visível.

     Objetivos

    • . Compreender, planejar e implementar propostas de aprimoramento da experiência de aprendizagem que impactem o desempenho dos cursistas;
    • . experimentar como montar itinerários formativos, a partir de propostas de ensino diferenciado, individualizado e personalizado;
    • . promover a reflexão sobre como diversos tópicos discutidos nas disciplinas anteriores convergem entre si e devem ser delineados de forma integrada, no planejamento de um processo de aprendizagem;
    • . criar propostas de experiência de aprendizagem; e
    • . gerar propostas que promovam experiências de aprendizagem diferenciadas, de modo a estimular o aprimoramento dos resultados de aprendizagem dos cursistas.

     

  • Didática do Ensino Superior – Foco na Formação de Docentes na Área da Especialização

    Este módulo tem o objetivo de promover o desenvolvimento de competências adequadas à docência no Ensino Superior, com as exigências do cenário de transformação digital. As aulas têm como foco a fundamentação da didática na preparação e formação do professor, em uma perspectiva de metodologia ativa. São estimuladas, em sala de aula, reflexões críticas sobre os critérios de formação de professores, baseados em evidências e, em especial, na BNC-Formação de Professores. Essas reflexões têm como base as metodologias ativas e tecnologias digitais, no sentido de identificar métodos e estratégias adequados à estruturação de uma proposta didática consistente e diferenciada.

    Objetivos

    • . Conhecer a legislação BNC-Formação de professores, que define as regras para a oferta de cursos voltados à formação de docentes no Brasil;
    • . identificar as competências docentes para a educação contemporânea;
    • . refletir e construir componentes de inovação para a formação docente;
    • . avaliar a relevância das ações de aprendizagem baseadas em evidências e registros processuais, para acompanhamento dos impactos das práticas desenvolvidas sobre os resultados de aprendizagem atingidos pelos alunos; e
    • . criar/planejar sequências de formação com base na referida legislação, considerando o desenvolvimento de competências específicas, por meio de métodos e estratégias ativas, de forma integrada aos currículos de instituições de ensino.
  • Metodologia de Pesquisa – Estudos sobre Formatos de Pesquisas na Área e Elaboração de Projeto para o Trabalho de Conclusão de Curso

    Esta disciplina tem como objetivo apresentar aos cursistas orientações sobre como eles devem estruturar e desenvolver o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), a partir de uma das propostas de Design-Based Research, para elaboração de monografia de encerramento do curso.

     Objetivos

    • . Compreender o que é a pesquisa científica na educação e qual é sua relevância para as propostas de inovação nessa área;
    • . planejar e elaborar pesquisa, com base em uma das propostas Design-Based Research (DBR), a partir de uma temática da educação, escolhida pelos alunos, individualmente;
    • . apoiar o/a pesquisador/a desde a fase de concepção do projeto até a elaboração do relatório final, esclarecendo os pilares de uma pesquisa, como: projeto, definição de problema, objeto, objetivos, diferentes abordagens de pesquisa e levantamento de campo; e
    • . elaborar um produto final publicável (artigo, produto, plano de curso, protótipo metodológico ou plano de projetos educacionais).
  • Profa. Ma. Julia Pinheiro Andrade

    Coordenadora

  • Profa. Dra. Ana Paula de Pietri

    Professora

  • Profa. Ma. Ana Paula Gaspar

    Professora

  • Profa. Dra. Ana Valéria Barbosa da Silva

    Professora

  • Profa. Dra. Luci Ferraz de Mello

    Professora

  • Profa. Ma. Márcia Maria de Freitas Hauss

    Professora

  • Profa. Ma. Paola Ricci

    Professora

  • Prof. Me. Raul Alves

    Professor

  • Profa. Ma. Renata Araújo Santos

    Professora

  • Profa. Dra. Rita Camargo

    Professora

  • Profa. Ma. Simone Ledermann

    Professora

  • Prof. Me. Tiago Eugenio

    Professor

  • Profa. Dra. Walquíria Castelo Branco Lins

    Professora

Depoimentos

Confira aqui depoimentos de alunos do curso de extensão Metodologias Ativas.

Acontece no Vera

Veja tudo o que acontece