Crianças produtoras de cultura: as dimensões do currículo da infância

Crianças produtoras de cultura: as dimensões do currículo da infância

Apresentação e análise de trabalhos da Exposição do G5, 1º e 2º ano da Escola Vera Cruz

 

Uma exposição, na Escola, é sempre um campo fértil para a troca. É mais do que o encerramento de processos de aprendizagem. Expor é tornar visível, propor uma abertura, convidar ao diálogo. Toda exposição pressupõe o olhar do outro.

A cada final de ano, a Escola Vera Cruz expõe recortes das investigações vividas pelas turmas. Este ano, teremos uma visita orientada à exposição do G5, 1º e 2º ano do EF, turmas nas quais as pesquisas têm sido pautadas pelas relações entre o tempo, o espaço e a matéria. Promovido em parceria entre a Escola e o Instituto, o evento se destina a profissionais de escolas públicas e privadas, estudantes de Pedagogia, outros profissionais da área da Educação e interessados em geral.

A partir de um mergulho em alguns projetos da exposição, aspectos nucleares de processos investigativos vividos por professores e crianças se tornarão visíveis. A aprendizagem que emerge desse diálogo ocorre de forma singular, inventiva, própria de um sujeito em relação, que se constitui ao mesmo tempo em que constitui mundos.

 

A visita será organizada da seguinte forma:

– Num primeiro momento, profissionais da Escola farão uma apresentação do contexto da exposição e da documentação de dois trabalhos elaborados por turmas do G5 ou do 1º ano ou do 2º ano. Em seguida, haverá uma visita monitorada a esses projetos, para uma troca de ideias com os professores responsáveis pelos grupos.

– Depois, os participantes poderão fazer uma visita livre à exposição, para conhecerem os demais trabalhos.

Importante: ao se inscrever, o participante deve optar pelo grupo do qual pretende participar na primeira etapa do encontro (apresentação de trabalhos de turmas do G5 ou do 1º ano ou do 2º ano). Só é possível inscrever-se em um dos três grupos, pois eles acontecerão simultaneamente.