Retratos de um grupo teatral

“Gêneros literários tradicionais não dariam conta de narrar suas aventuranças, memórias e efabulações; e uma única linguagem visual não bastaria para traduzir o alcance das paisagens avistadas e gestadas nos quarenta anos de estrada dos dez integrantes da família Gomide.” Cristiane Tavares, coordenadora do curso de pós-graduação Literatura para Crianças e Jovens, do Instituto Vera Cruz, analisou, em sua última resenha para a revista Quatro Cinco Um, o livro Álbum de família: aventuranças, memórias e efabulações da trupe familiar Carroça de Mamulengos, de Gabriela Romeu, professora colaboradora do curso. Leia aqui.