Coletivo conta verdades de uma escritora

 

Oferecida desde 2011, a pós-graduação Formação de Escritores proporciona uma sólida e rica base acadêmica em escrita criativa. De lá para cá, diversos títulos escritos por ex-alunos chegaram às livrarias.

 

No dia 29 de novembro, será a vez do lançamento de Verdades de uma escritora, do Coletivo Literatura Clandestina. Formado em 2015 por 11 mulheres então alunas do curso, o grupo buscou dar continuidade às atividades de leitura crítica de textos feitas à época, mesmo depois de sua conclusão.

 

O prefácio de Joselia Aguiar, jornalista, membro do corpo docente da pós-graduação e curadora da Flip em 2017 e 2018, dá uma amostra do trabalho: “Este volume de aforismos, máximas, estrofes e quase minicontos revolve todo o acaso, a espera, a volúpia de viver da escrita, ou de escrever para viver. É produzido por um coletivo clandestino, o que sugere um pacto de subversão compartilhada. Clandestino porque é constituído de mulheres que, na maturidade de outras profissões, decidiram se lançar furiosamente na luta com as palavras. Clandestino porque é constituído de mulheres.”

 

As inscrições para o processo seletivo 2019 da pós-graduação Formação de Escritores, do Instituto Vera Cruz, estão abertas. Saiba mais.

 

Serviço

Lançamento: Verdades de uma escritora

Data: Quinta-feira, dia 29 de novembro, das 19h00 às 22h00

Local: Biblioteca Pública Municipal Alceu Amoroso Lima (Rua Henrique Schaumann, 777, Pinheiros – São Paulo)

Entrada gratuita