O romance realista e o romanesco

milton

Segundo Milton Hatoum, “o mundo em que o desejo pode tudo é o do mito. E o mundo do passado, considerado exemplar, é o da epopeia. O romance, tal como o conhecemos, narra o choque entre o elemento imaginoso (que fortalece a visão das aparências) e o mundo da realidade. Ele diz respeito à oposição entre aparência e realidade, e lida de um modo irônico com essa oposição. Por isso, a história do romance é uma aprendizagem irônica, em que não há mais lugar para o personagem heroico em sua plenitude. Isto é o realismo, propriamente dito.” A íntegra da palestra proferida aos alunos do curso de pós-graduação do Instituto Vera Cruz, em que o premiado escritor reflete sobre a relação entre o romance realista e o romanesco, está na edição de estreia da revista Revera – escritos de criação literária do Instituto Vera Cruz.