Arquivo por mês: fevereiro 2017

Revista Veras apresenta dossiê da Educação Infantil

Uma das mais reconhecidas especialistas em Educação Infantil no Brasil, a pesquisadora Maria Malta Campos, da Pontifícia Universidade Católica (PUC-SP) e da Fundação Carlos Chagas, é a entrevistada da 12ª edição da Revista Veras, periódico acadêmico do Instituto Vera Cruz que publica estudos no campo da educação.   Nessa entrevista, Maria Malta fala sobre o universo […]

Pedagogia fora da sala de aula

Neste início de ano, os alunos da graduação tiveram alguns momentos de reflexão acerca da profissão e do mercado de trabalho. Para tratarem das diferentes possibilidades de atuação na área, foram convidados especialistas que trabalham fora do usual ambiente escolar.   No primeiro encontro, o contabilista e jornalista Paulo Roberto Vicente falou aos alunos sobre […]

Para abrir os poros da sensibilidade

“Os livros-álbum são maravilhosos para abrir os poros da sensibilidade.” No sábado, 18 de fevereiro, o Instituto Vera Cruz promoveu a palestra “O que se ensina e o que se aprende em conversas literárias sobre livros-álbum?”, com Cecilia Bajour. Mestra em Livros e Literatura para Crianças e Jovens, a argentina comentou sobre situações de conversa […]

Livro-álbum: novas experiências a partir da leitura de imagens

Filho da cultura visual, o livro-álbum propõe uma experiência lúdica e sensorial de leitura que desafia os parâmetros tradicionais da literatura infantil. Dados da Cámara Argentina de Publicaciones (CAP) revelaram um aumento de 5,5% na venda de títulos para crianças e jovens, com maior crescimento das obras para crianças de 5 a 10 anos, faixa […]

Aquela sensação de ofício

“Ao construir um romance, você usará um bocado de andaimes. Alguns deles são necessários para sustentar a estrutura, mas a maioria não é. A maior parte deles só está lá para fazer com que você se sinta seguro, e, na verdade, o edifício se manterá de pé sem eles”. Esta é uma das dez recomendações […]

O romance realista e o romanesco

Segundo Milton Hatoum, “o mundo em que o desejo pode tudo é o do mito. E o mundo do passado, considerado exemplar, é o da epopeia. O romance, tal como o conhecemos, narra o choque entre o elemento imaginoso (que fortalece a visão das aparências) e o mundo da realidade. Ele diz respeito à oposição […]

Reflexões sobre a leitura como espaço de resistência

“Se a leitura é espaço de resistência, é, portanto, lugar de encontro democrático, necessariamente polifônico e dialógico. Roteiros predeterminados, questões fechadas e respostas prontas dão lugar a rotas que preveem desvios e atalhos, questionamentos abertos como ponto de partida e múltiplas chaves de leitura que considerem, sobretudo, a surpresa como (provisório) ponto de chegada – […]