Facebook

Para recuperar a sua senha informe o seu e-mail:

A área restrita do site permite à:

Secretaria Virtual: documentos protegidos, álbuns de fotos e vídeos

Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2010 JoomlaWorks, a business unit of Nuevvo Webware Ltd.
Onde tudo começou
24 Abr 2019
 
Qual a relação entre uma parede de taipa de pilão, uma pia batismal, imagens de santos, uma cripta e a origem da cidade de São Paulo? Para conhecer um pouco mais sobre a história da construção da cidade, os alunos das seis turmas do 5º ano visitaram, no início do mês de abril, o Pateo do Collegio, no centro da capital.
 
Atentos, os alunos observaram as construções já no trajeto: “Eu percebi que o centro de São Paulo é bem antigo e histórico, que a cidade tem igrejas com estilo gótico e que a arquitetura é linda. O marco zero também é muito bonito e tem muito significado para a cidade, pois todas as medidas foram tiradas de lá”, lia-se no caderno de campo de um deles.
 
Por dentro da história
Ainda na área externa do complexo, os alunos receberam da monitora explicações sobre a parede de taipa de pilão, de 1585, que ainda permanece com um trecho preservado no local. “Vocês acham que essa técnica ainda é utilizada, hoje?”, perguntou a monitora. “Acho que pode existir em lugares isolados, mas também por questões de sustentabilidade”, lembrou um aluno. “Esse tipo de construção é usada em lugares mais quentes, pois deixa a casa com a temperatura mais agradável”, afirmou Maria Aparecida dos Santos, auxiliar do Verão que acompanhou um dos grupos durante a visita.
 
Dentro do Museu Anchieta, a turma observou a maquete e os mapas que contextualizam a fundação da cidade e as transformações históricas e geográficas sofridas desde então. “Por que escolheram esse lugar?”, apontou a monitora, questionando os alunos. “Porque era alto”, falou um; “Porque era maior”, disse outro; “Porque havia rios próximos”, completou um terceiro.
 
De lá, os alunos foram para o segundo andar, onde visitaram a pia batismal, as imagens dos santos Paulistinhas e a sala das relíquias. “O índio parece estar estranhando toda a situação”, observou um dos alunos diante da pia e do painel atrás dela, com a representação da primeira missa, realizada em 25 de janeiro de 1554.
 
Após visitarem a exposição “Aldeia: arte e cotidiano indígena”, na cripta do museu, os alunos seguiram novamente para a parte externa, onde observaram o mirante e as mudanças geográficas ocorridas na região.

Veja as fotos...
 

destaques

prev
next

Exames de Cambridge 2019

Confira as datas, horários e locais dos exames de Cambridge para alunos do 9º ano e para alunos da 2ª série do EM. 

Inscrições

Clique aqui para ver, passo a passo, como se dá o contato entre a Escola Vera Cruz e as famílias interessadas em conhecer nossa proposta pedagógica e nossas instalações.

 

notícias

Despedida com música
29 Nov 2019
 O encerramento do ano letivo no Ensino Médio tem momentos muito especiais. Um deles é...
+
Os jovens na contemporaneidade
28 Nov 2019
 Paulo Carrano, professor da Faculdade de Educação da UFF, encerrou, na última...
+
Pensamento Vivo: Entre Mundos
28 Nov 2019
 Pensar é movimentar ideias coletivamente, confrontando-as, expondo-as, combinando-as de...
+
Que comecem os jogos!
26 Nov 2019
O início da semana está movimentado no Verão. As equipes amarela, azul, branca e...
+
Festa a fantasia
25 Nov 2019
 Teve caixa de Toddynho, M&Ms, médico, cupido e até Luís 14, o grande Rei...
+
Construção coletiva
19 Nov 2019
 Na quarta-feira, dia 13 de novembro, a turma do 2º ano do Ensino Fundamental, nível...
+
Que comece o espetáculo
18 Nov 2019
 O grupo de Teatro do Ensino Médio da Escola Vera Cruz convida a todos para a apresentação...
+
Dia de integração
14 Nov 2019
 Novembro chegou e, com ele, o final de um ciclo escolar já se anuncia. Para os alunos do...
+
Explosão de cor e sentido
13 Nov 2019
 A partir de hoje, 13 de novembro, os visitantes do pátio coberto do Verão podem apreciar...
+
Lugar de permanência
11 Nov 2019
“O que você traria em uma viagem como essa, que coubesse apenas em um caixote?”, perguntou...
+
História além da fachada
11 Nov 2019
 Monumentos, jardins, edificações: como é construída a memória...
+