Facebook
Esqueci a senha

Para recuperar a sua senha informe o seu e-mail:

A área restrita do site permite à:

Secretaria Virtual: documentos protegidos, álbuns de fotos e vídeos

Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2010 JoomlaWorks, a business unit of Nuevvo Webware Ltd.
Ideias para uma sociedade mais democrática
05 Dez 2018

Homofobia, descriminalização do aborto, cotas raciais, refugiados, legalização das drogas, meio ambiente e conflitos de terra. Nos dias 21, 22 e 23 de novembro, os alunos do 9º ano emitiram opiniões contrárias e favoráveis sobre aspectos relacionados a esses temas, escolhidos por eles, durante o projeto conhecido como debate multidisciplinar, realizado no final do 3º trimestre.

“Nada aqui terá consenso. Questões polêmicas mexem com os nossos conceitos e pré-conceitos”, disse Uirá Fernandes, professor de Estudos Sociais, na abertura do evento. “Estamos aprendendo que é fundamental que nossos argumentos estejam ancorados em fontes confiáveis”, complementou. As discussões foram, de fato, fortemente embasadas em dados estatísticos e comparativos e em matérias jornalísticas veiculadas na grande imprensa. A aluna Luana Farhat de Carvalho, que integrou o grupo de discussão sobre meio ambiente e conflitos de terra, conta: “Eu não tinha conhecimento sobre o assunto, mas a partir das várias pesquisas que fizemos durante a fase de preparação, acabei adquirindo informações sobre coisas que eu realmente não sabia e que, pra ser bastante sincera, antes não me importavam.” E conclui: “Falar na frente de tanta gente e ter que pensar muito rápido pra rebater o que os outros estão dizendo é uma experiência muito valiosa”.

Para o aluno Gabriel Machado Frossard, conseguir defender sua posição quanto à preservação do meio ambiente foi emocionante. “Esse é o assunto que mais me angustia e o que eu acho que tem maior importância na atualidade. Acredito nos meus argumentos e em tudo o que expus nessa rodada de discussões.” Já seu colega Luca Conestabile Uras relata que a riqueza dos debates o ajudou a formar novas ideias. “Eu era contra a legalização do aborto; a partir do que ouvi aqui, mudei de opinião.”

Os professores foram unânimes em elogiar o comprometimento das turmas – antes e durante o trabalho. “Foi muito gratificante ver o engajamento de vocês”, disse Flávia Ricca Humberg, professora de História do Brasil. Já Marilda da Silveira Cabral, de Língua Portuguesa, destacou a questão da interdisciplinaridade. “A ligação entre as áreas, relacionando os temas de estudo de cada uma delas, ajudou os grupos a elaborarem uma tese que contribuísse para a construção de uma sociedade mais democrática, proposta central do projeto.”

Veja as fotos.
 

destaques

prev
next

A cor do personagem

O 12º número da revista Ler, publicação digital do Sistema de Bibliotecas Vera Cruz, trata sobre o lugar que o negro ocupa na literatura brasileira. Clique aqui para conferir.

 

notícias

Vamos trocar?
19 Fev 2019
  Que tal desengavetar aquele livro que você já leu e trocá-lo por outro, com...
+
Château
14 Fev 2019
“Você nunca vai conseguir. Não em cem anos. Este é realmente muito difícil....
+
Novo ciclo
12 Fev 2019
  Coordenação, professores e funcionários da Unidade Baumann deram as boas-vindas...
+
Bem-vindo, 2019!
29 Jan 2019
Na segunda-feira, dia 21, um café da manhã recepcionou todos os professores da Educação...
+
Novos caminhos à vista
28 Jan 2019
Familiares, amigos, equipes pedagógica e administrativa, dentre outros convidados, foram, aos...
+
Preparativos para o ano letivo
22 Jan 2019
  De 21 a 23 de janeiro, acontece a venda de material escolar e uniforme para os alunos da Educação...
+
Random stories for alternative kids
15 Jan 2019
  “Perguntei à zebra ‘Você é preta com listras brancas ou branca...
+
Estudo das águas
08 Jan 2019
  A importância da água para a manutenção dos seres vivos e do planeta,...
+
Patrimônio natural
04 Jan 2019
Na sexta-feira, dia 14 de dezembro, os alunos do 4º ano fizeram a apresentação de...
+
Reino vegetal em cena
26 Dez 2018
  Na quarta-feira, dia 28 de novembro, os alunos do 7º ano B tiveram...
+
Mixed interpretations
26 Dez 2018
  “Se você encontrar este livro, você vai ler a minha história. Eu o escrevi...
+