Facebook

Para recuperar a sua senha informe o seu e-mail:

A área restrita do site permite à:

Secretaria Virtual: documentos protegidos, álbuns de fotos e vídeos

Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2010 JoomlaWorks, a business unit of Nuevvo Webware Ltd.
Além dos muros da Escola

A Escola Vera Cruz tem construído projetos que criam novas parcerias de ensino-aprendizagem, a partir e para além da sala de aula, direcionando o olhar da escola para além de seus muros.

 Esses projetos têm a marca da intencionalidade da relação entre ensinar e aprender, e concretiza para cada aprendente a sua função de ensinar e para cada ensinante, a consciência do aprender. 



Os princípios da cooperação, respeito pela individualidade, valorização das diferenças, busca do bem comum presentes nas atividades diárias de sala de aula, alimentam e são alimentados pelo desenvolvimento de trabalhos voluntários que se fortalecem cada vez mais, gerando novos projetos e novas parcerias.

Entre os projetos permanentes de ação comunitária da Escola estão o Ilha de Vera Cruz.

Ao longo do ano letivo, a Escola estabelece outras parcerias e realiza projetos pontuais com diversos grupos e instituições. Conheça alguns parceiros atuais ou que já desenvolveram trabalhos com a Escola.

Rede Vagalume

O intercâmbio cultural entre adolescentes de São Paulo e da Amazônia, também conhecido como Programa Rede, contribui para ampliação do olhar de adolescentes da cidade de São Paulo e de  comunidades rurais da Amazônia Legal para a complexidade da realidade brasileira,  suas diversas culturas e relações com o meio ambiente. 

A Vaga Lume nasceu em 2001, fruto da curiosidade pelo Brasil. Iniciada a partir de um projeto piloto em municípios do Estado do Pará, completando sua primeira etapa em 2002, com alto índice de aprovação.

Diferentemente de expedições de caráter exploratório ou científico, a proposta era a troca de conhecimento entre a equipe e a população rural da Amazônia Legal: a equipe propunha-se a aprender sobre a vida dos habitantes da Amazônia e deixar aos seus interlocutores uma contribuição.

Esta contribuição chegaria na forma de um pequeno conjunto para criação de uma biblioteca, composto por uma estante recheada de livros de literatura e acompanhada de uma Formação de Mediadores de Leitura. O conhecimento, historicamente associado à ideia de “luz” era o motor deste projeto, que por analogia recebeu o nome de Vaga Lume.

Com foco na brasilidade, na curiosidade por este país continental e sua gente, a Vaga Lume escolheu a Amazônia Legal, composta pelos estados Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins e parte do estado do Maranhão, como área de atuação.

O intercâmbio cultural entre adolescentes de São Paulo e da Amazônia, também conhecido como Programa Rede, contribui para ampliação do olhar de adolescentes da cidade de São Paulo e de  comunidades rurais da Amazônia Legal para a complexidade da realidade brasileira,  suas diversas culturas e relações com o meio ambiente.

A Rede ficou em 4º lugar no Prêmio Inovação Intercultural, promovido pela Aliança das Civilizações  (UNAOC), e pelo Grupo BMW, entre 400 inscritos de 70 países. O enfoque em destaque foi a questão da interculturalidade e da aproximação das culturas promovidas pelo Programa.

 

OCA


A OCA - Associação Aldeia de Carapicuíba é uma ONG que desenvolve atividades com crianças, jovens e adultos, na periferia do Município de Carapicuíba dentro do Projeto Ecológico e Cultural da Aldeia de Carapicuíba.

Desde o seu início a AUI – Associação Universitária Interamericana, mantenedora da Escola Vera Cruz - é parceira constante na criação e manutenção do Centro de Referência da Cultura Brasileira, através de uma contribuição financeira que garante o pagamento dos salários dos profissionais que estão em contato direto com as 150 crianças que freqüentam o projeto.

As crianças em sua maioria são filhos de brasileiros que imigraram para São Paulo vindos do Norte, Sul, Leste e Oeste do país, portadores de uma vitalidade própria, aguardando apenas um chão acolhedor para que possam expressar 
sua identidade.

O reencontro com as raízes culturais, através da dança, da música, do teatro, das artes e artesanais como meios de informação e formação, foi o recurso adotado na OCA para o resgate da espontaneidade e autoestima, despertando nas crianças e nos jovens uma força reorganizadora e reintegradora das dimensões física, emocional, mental 
e espiritual. 

O Fazer Brincante é a linguagem desse grupo de jovens que hoje se apresentam em escolas, praças, parques e teatros, sinalizando com seu colorido, seu ritmo e sua alegria, o conceito de cidadania como um gesto histórico que reúne corpo e alma.

O projeto vem cumprindo seus objetivos de formação do "Educador Brincante", encaminhando seus jovens alunos para uma inserção profissional, mantendo seus primeiros vínculos empregatícios em creches e escolas públicas e privadas.

Veja algumas notícias sobre a OCA:

Para saber mais sobre a OCA, visite o site.

Instituto Acaia

Nova parceria, novas aprendizagens. No contato com os professores e alunos do ACAIA, nossos professores e alunos aprendem sentindo, partilhando, vivendo. 

Para comemorar os 46 anos do Vera Cruz, em 2009, a Escola estabeleceu uma parceria com o Instituto Acaia. Fundado no início de 2001, desde 1997 o Acaia já vinha se ocupando das crianças de famílias que vivem no entorno do CEAGESP, em duas favelas - ”da Linha” e “do Nove”-, e em Cingapuras. 

O Instituto abriga três departamentos: o Ateliê, o Centro de Estudar Acaia Sagarana e o Acaia Pantanal que visam “propiciar a esta população, tão exposta à desagregação, uma estruturação que lhe permita integrar a escola e a sociedade para lá crescerem e terem seu lugar de cidadãos”.

O Ateliê atende diariamente crianças e jovens que têm à sua disposição diversas oficinas. Aos pais e mães, à noite oferece espaço e ambiente para marcenaria, costura e bordado. O Centro de Estudar atende jovens do Ensino Médio de escolas estaduais, oferecendo a oportunidade de conquistar uma vaga nas universidades públicas. A partir de 2007, sua filial, o Acaia Pantanal, passou a atuar na região da Serra do Molar, em Corumbá (MS), desenvolvendo projetos educacionais destinados a crianças, adolescentes e adultos.

Para conhecer os primeiros frutos dessa parceria, acesse a publicação criada a partir do Boletim Feito por Nós, desenvolvido no período do aniversário do Vera Cruz para possibilitar o acompanhamento periódico das atividades desenvolvidas por alunos, professores e profissionais do Vera para a tradicional quermesse “Feito por nós”.


Encontros de leitura

O início do projeto Encontros de Leitura remonta ao ano de 2001 e é fruto de um desejo e de uma demanda. Os contatos com as diversas instituições adotadas pela escola nas festas juninas e aniversários do Vera Cruz despertaram nos alunos o desejo de atuar como voluntários nas instituições. De outro lado, a partir do contato de nossos alunos com o Abrigo Reviver, recebemos uma solicitação do diretor: “A Escola Vera Cruz poderia ajudar-nos a desenvolver nas nossas crianças e adolescentes o interesse pela leitura?”. Era o estímulo que nos faltava: tínhamos uma necessidade real a ser atendida e um conteúdo que nos era pertinente.

Nossos alunos são leitores competentes. Seria possível torná-los formadores de leitores? Como criar uma sistemática de trabalho que permitisse o compromisso necessário para que trouxesse uma contribuição efetiva não apenas para as crianças atendidas, mas para a formação de nossos alunos? Este foi o principal desafio enfrentado na montagem do projeto, no qual “quem ensina aprende e quem aprende ensina". 

Abrimos a participação para alunos do 7º ao 9º ano e criamos uma metodologia que está em constante renovação e não perde a energia desde sua criação: o desafio de formar adolescentes de doze a quatorze anos como mediadores de leitura que se preparam, planejam, responsabilizam-se e avaliam constantemente sua atuação. 

O Encontros de Leitura atua em centros de Educação Infantil levando para crianças o contato com o livro, com a literatura. Os resultados são animadores tanto em relação à formação dos voluntários, como em relação às respostas das crianças, além de interferir indiretamente na formação das professoras das instituições atendidas.

Em outubro de 2007, o projeto ganhou seu primeiro troféu no Prêmio Vivaleitura 2007. O Prêmio Vivaleitura é a maior premiação individual para fomento à leitura promovida no Brasil. Na edição 2007, o prêmio registrou a inscrição de 1.855 projetos de incentivo à leitura, vindos de todos os estados brasileiros. Em dois anos, foram mais de 5 mil projetos cadastrados. 

A premiação é uma iniciativa conjunta do Ministério da Educação (MEC), Ministério da Cultura (MinC) e Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI) e integra o Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL). O prêmio tem o patrocínio exclusivo da Fundação Santillana e apoio do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime). O Prêmio VIVALEITURA tem o objetivo de estimular, fomentar e reconhecer as melhores experiências relacionadas à leitura. Ele nasceu da intenção de dar continuidade à mobilização pró-leitura empreendida durante o Ano Ibero-Americano da Leitura (2005), o “Vivaleitura”. 

 

 

destaques

prev
next

Inscrições

Clique aqui para ver, passo a passo, como se dá o contato entre a Escola Vera Cruz e as famílias interessadas em conhecer nossa proposta pedagógica e nossas instalações.

 

2019: Ano Internacional das Línguas Indígenas

Saiba mais sobre o Ano Internacional das Línguas Indígenas no 14º número da Revista Ler, publicação digital do Sistema de Bibliotecas Vera Cruz.

 

notícias

Curtas inspiradores
21 Out 2019
 Em setembro, os alunos da 2ª série do Ensino Médio promoveram mais uma edição...
+
Drama Festival - Apresentações 6º e 8º ano
21 Out 2019
 Médicos que receitam sorvete? Chuva de tacos? O inimaginável continuou rolando nas...
+
Show na quadra do EM
17 Out 2019
 Amanhã é dia de apresentação de dança no Ensino Médio....
+
Sobre o racismo estrutural
16 Out 2019
 Nélio Nazário, avô de Maria Alice (4º ano D) e Maria Sophia (5º ano...
+
Defesa ou oposição
16 Out 2019
 “O trabalhador rural vai ganhar menos, mas, pelo menos, ele vai ganhar alguma coisa.” “O...
+
Acampamento Rancho Ranieri
15 Out 2019
 Quer saber o que os alunos do 2º ano acharam do acampamento no Rancho Ranieri? Veja no v&...
+
Dias de comemoração
11 Out 2019
 Contação de histórias, canções populares e atividades circenses...
+
acontece na Escola Vera Cruz

eventos e atividades

  • 24/8: Sábado de Encontros - G3
  • 31/8: Sábado de Encontros – G2
  • 11/9 a 13/9: Acampamento - 2º ano
  • 14/9: Quermesse Feito por Nós
  • 21/9: Sábado de Encontros - G4
  • 21/9: Drama Festival - 7° e 9º ano
  • 21/9: Festivera: capoeira
  • 28/9: Sábado Literário - 1 º ano
  • 28/9: 7ª Copa Vera Cruz
  • 29/9: 7ª Copa Vera Cruz
  • 2/10 a 4/10: Acampamento - 5º ano
  • 5/10: Drama Festival - 6º e 8º ano
  • 07/10 A 10/10: Semana de Celebração da Infância – G1 ao G4
  • 18/10: Festivera: dança
  • 19/10: Sábado de Encontros - G1
  • 26/10: 7ª Copa Vera Cruz
  • 27/10: 7ª Copa Vera Cruz
  • 28/10: Escola Aberta - 7° ano
  • 9/11: Escola Aberta - 4º ano
  • 9/11: Abertura da Exposição Ateliê - G1 ao G4
  • 23/11: Mostra - 8º ano
  • 30/11: Abertura da Exposição de Arte - G5, 1 º e 2º ano
  • 30/11: Sábado do 2º ano
  • 30/11: Pintura do muro - 9º ano
  • 7/12: Mostra - 5º ano
  • 11/12: Evento de passagem para o Ensino Médio - 9º ano
  • 12/12: Formatura - 3ª série do EM
  • 16/12: Encerramento do ano letivo