Agrofloresta como saída sustentável para a produção agrícola

Crédito: Luiz Manso. Sistema Agroflorestal na Fazenda da Toca, em Itirapira-SP

Este trabalho objetiva comparar um sistema agroflorestal com uma monocultura. Feito isso, fica clara a importância de um olhar crítico para a produção de alimentos utilizada no sistema brasileiro atual, levando nosso grupo de trabalho às seguintes dúvidas:

  1. A produção agroflorestal seria capaz de fornecer alimento suficiente, por exemplo frutas como banana, para toda a sociedade?
  2. Esse modelo é economicamente viável para um produtor brasileiro?
  3. Porque esta se diferencia tanto de uma monocultura no viés ambiental?

Para responder a  essa pergunta fizemos pesquisas para entender melhor o que é uma agrofloresta e como é o processo de produção de alimentos, dando foco para a banana. Além disso, construímos perguntas que poderiam ser respondidas na viagem de Estudo do Meio, em Araraquara, dentre elas destacam-se:

– Qual é a produtividade de uma agrofloresta?
– Até que ponto compensa economicamente manter uma agrofloresta?
– Um sistema agroflorestal consegue suprir a demanda de alimentos em uma sociedade?
– Como funciona a produção do mesmo produto( frutas) em uma monocultura e em uma agrofloresta? Quais são as diferenças e semelhanças, e quais são as consequências geradas em cada situação?
– Quais tipos de alimentos são mais favoráveis a serem plantados em uma agrofloresta? Por quê?
– Quais são os métodos existentes para cultivo em uma agrofloresta?

Para ler esse trabalho completo clique aqui.