“Bexiga tá Murcha”

Lívia Busato

Eram seis primos.

Toda data especial iam à casa dos avós, onde toda a família se reunia. Tinham um jantar que os avós faziam, os adultos sentavam em uma mesa e as crianças em outra.

Os seis sempre acabavam de comer antes e sempre iam à varanda, juntando em seu próprio clube: “Os Bexigas murchas”. O líder, o mais velho, pedia aos menores, para que pegassem doce sem que os adultos percebessem. Como eram inocentes, era claramente possível perceber que uma estava escondida atrás de uma cortina, ou engatinhando de baixo da mesa, ou rastejando no chão da cozinha, mas os adultos não falavam nada, não estragavam a brincadeira. Os menores, ao se sentirem “em perigo”, ou seja, alguém havia o avistado, gritavam:

– BEXIGA CHEIA!

E o líder ia buscá-lo.

Quando as cinco crianças estavam com as mãos cheias de doce gritavam:

-“BEXIGA TÁ MURCHA”

E todos iam à varanda onde entregavam seus doces ao líder, sem pensar em recompensa.

Como eram inocentes.bexiga

Oitavo Ano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *