Arte: o reflexo da vida

♦ Theo Sasdelli Calabró Orabona

 

Arte não é apenas pincelada em tela, traço em papel, acorde em violão. Arte é uma maneira de se expressar, de sentir e ser sentido. Para muitos, a arte é calma, para outros, é raivosa. Ela é uma forma de dizer o que te aflige e o que te ameniza, como se cada pincelada, cada traço, cada recorte, cada batida, cada acorde fosse um momento.  Dependendo de sua própria intensidade pode significar felicidade, tristeza, raiva, amor, ódio ou apenas o desejo de estar ali, fazendo arte.

A arte sai da mente. Às vezes volta, pois sempre marca fatos, que constituem sua própria função. Uma pintura, uma vez feita, será sempre olhada e, consequentemente, refletida por aquele que a formou. Por isso é possível dizer que cada arte é como uma crônica interna, que remete ao próprio ser e o faz refletir sobre suas próprias ações, sentimentos, pensamentos; sua própria arte.

Arte é pensamento, arte são momentos, arte está no olhar, está na memória, está no tempo. Arte é tato, é inspiração. Arte é reflexão, a arte está na ação, na ação de viver, porque a vida é, nada menos nada mais, que uma arte que saiu do papel. Sim, isso é arte.

Oitavo Ano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *