GRIPE H1N1: COMO SE PREVENIR

 ♦ Elisa Paglia, Tom Rabinovitch e Luis Felipe Sarti

Neste ano de 2016, nosso país relata mais casos de H1N1 do que no ano passado inteiro. Essa doença é transmitida por um vírus. Seus sintomas são dores musculares, secreção nasal, febre alta, tosse e catarro, muita dor de cabeça e uma fadiga interminável. É importante tomar cuidado redobrado, sempre higienizar as mãos quando possível e tapar a boca ao tossir ou espirrar.

Para prevenir a gripe, a população deve se vacinar. A campanha de vacinação está prevista para começar no dia 30/04 até o dia 20/05. Mesmo com o surto e com 38 mortes só em São Paulo, o Ministério da Saúde não vai liberar a vacina antes do prazo.

Um dos postos de saúde em São Paulo onde teve a vacinação da gripe H1N1

Um dos postos de saúde em São Paulo onde foi realizada  a vacinação da gripe H1N1

Nos Estados Unidos a vacina já está pronta desde novembro de 2015 e normalmente chega ao final de Fevereiro. Esse ano ela está atrasada 2 meses, só chegará no final de Abril. A campanha apenas vacina crianças de seis meses até 5 anos, pessoas com 60 anos ou mais, trabalhadores da área de saúde, povos indígenas, gestantes e mulheres que estejam até 45 dias após parto, presos e funcionários do sistema prisional. Nos postos, hospitais e clinica privadas o custo da dose é em torno de R$100,00. Nos postos públicos a fila está imensa, pessoas chegaram a acampar para serem as primeiras a serem atendidas para tomar a vacina, e ainda assim, muitos acabam voltando sem a vacina, por falta de recursos e muita demora.

Oitavo Ano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *