BRASIL OFERECE ACOLHIMENTO PARA MAIS REFUGIADOS SÍRIOS

♦ Dora Affonso e Theo Orabona

Brasil pretende receber mais refugiados em 2017

O governo da Alemanha e da união europeia aceitaram a ajuda do Ministério da Justiça para receber mais refugiados sírios no Brasil. “Recebemos em dois anos 2200 sírios, que é pouco em comparação com a Alemanha, que recebeu 1,2 milhão de refugiados no ano passado,” diz ministro da justiça, Eugenio Aragão. Segundo ele, o final dessa negociação está previsto para 2017. Explica também que com esta oferta, o governo brasileiro tem como objetivo a diminuição do fluxo de refugiados nos outros países e assim, ganhar certa importância mundial e adquirir conhecimento de como lidar com essas imigrações.

O Brasil terá apoio financeiro de outros países para receber os sírios. Considera-se, por tanto, importante a triagem dos refugiados que chegam em território nacional. O ministro alega que as cidades de médio porte no interior de São Paulo e do Paraná favorecerão o acolhimento dessas famílias, porém, isso ainda não foi definido.

A ONU registrou um número maior que 4,8 milhões de famílias sírias que saíram de seu país devido à guerra civil.

O projeto social no Paraná promoveu a autossuficiência de refugiados que vivem lá. Um exemplo são os irmãos sírios, Said e Hazuam Kanoush, formados em engenharia e odontologia, que agora dão aula de culinária árabe para os habitantes da região com a intenção se sustentarem. Eles representam grande parte dos refugiados que têm formação superior e que aguardam a revalidação de seus diplomas para começarem a trabalhar em seus ramos no Brasil.

Oitavo Ano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *