A MORTE DE ROGER AGNELLI

Ex-presidente da Vale Morre em Queda de Avião

♦ Thales Tavares e Isabella Leão

Roger Agnelli, ex-presidente da Vale, uma das maiores produtoras do mundo de minério de ferro, morreu com 56 anos em queda de avião junto da sua família e do piloto que comandava a aeronave. A nave monomotora caiu na Zona Norte de São Paulo por volta das 15h20 do dia 19 de março deste ano, logo após decolar do Campo de Marte.

isa-e-thales

Roger Agnelli fala durante entrevista coletiva em Belo Horizonte (Fonte não divulgada)

A queda destruiu uma casa no “Jardim São Bento”, também atingiu o muro da casa vizinha, e danificou sete carros. Cinco moradores escaparam pulando o muro dos fundos da residência apenas com  ferimentos leves. “Vi o avião passando rápido e depois ouvi um estrondo muito alto. Tentei subir correndo para socorrer alguém, mas o querosene do avião estava descendo a rua pegando fogo em tudo”, disse Toni Sargologos, vizinho da casa atingida. Uma testemunha declarou que a aeronave fez dois  barulhos estrondosos devido a uma evidência de falha no motor. A peça foi recolhida pelos investigadores no domingo (20/03)

O modelo da aeronave não tinha autorização para voar sobre zonas povoadas por ser experimental e, em virtude disso, não tinha necessidade de ter caixa preta. A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) deve responsabilizar-se pelo acidente ocorrido e ser punida por falta de fiscalização. Segundo o professor Jorge Leal Medeiros, engenheiro da Escola Politécnica da USP, quem tinha de impedir a decolagem do avião seria a torre de controle, e ela não o fez.

Oitavo Ano

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *