Os não ditos das leituras silenciosas

 

“Penso que o silêncio é necessário para as crianças, tanto quanto para a literatura, pois é condição para a criação; é janela para a contemplação. Em tempos de tanta velocidade, de excesso de ruído, profusão de imagens, o silêncio é raridade, deve ser preservado.” Em entrevista ao “Blog da Letrinhas”, Cristiane Tavares falou sobre silêncio, infância e literatura.

 

Mestre em Literatura e Crítica Literária pela PUC-SP, a educadora coordena o curso de pós-graduação Livros, Crianças e Jovens: Teoria, Mediação e Crítica, do Instituto Vera Cruz.

 

E atenção! As inscrições para a turma do 2º semestre do curso terminam hoje.

 

Clique aqui para saber mais e se inscrever.