Esqueci a senha

Para recuperar a sua senha informe o seu e-mail:

A área restrita do site permite à:

Secretaria Virtual: documentos protegidos, álbuns de fotos e vídeos

Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2010 JoomlaWorks, a business unit of Nuevvo Webware Ltd.

Assessoria a Instituições Educacionais

1984

A Escola Vera Cruz é procurada pela Escola Municipal de Ensino Fundamental Pres. João Pinheiro, interessada em conhecer o trabalho dos professores polivalentes nas 5ª e 6ª séries. Esta primeira experiência teve caráter voluntário pela coordenação e assessores do Ensino Fundamental II da Escola Vera Cruz.

1988

O Colégio Logos (São Paulo - SP) passa a utilizar material didático das áreas de Língua Portuguesa e Matemática elaborado pelo Vera Cruz; foi a primeira demanda de uma escola particular.

1989

Constituição no Vera Cruz de um novo núcleo de trabalho, especificamente destinado a compor parcerias de formação com outras instituições de ensino, visando a qualificação do trabalho educacional.

Início do projeto de revisão curricular da Área de Matemática na Escola Carandá (São Paulo - SP), que implica aprimoramento na formação de professores de 5ª a 8ª série.

1991

A Escola Mundo Novo (Sorocaba - SP) solicita assessoria para recomposição curricular da área de Matemática para o Ensino Fundamental. Início do processo de aprimoramento na formação de seus professores e coordenadores.

Demanda da Escola Gênese (Águas de Lindóia - SP) para recomposição curricular da área de Matemática no Ensino Fundamental. Início do processo de reinvestimento na formação de seus professores e coordenadores.

A Fundação Itabirana Difusora do Ensino (FIDE, Itabira - MG), após um processo de revisão institucional, concluiu ser necessário promover uma revisão de sua proposta de ensino, procura a Assessoria Vera Cruz. Contato para reconhecimento mútuo; inicia-se a etapa diagnóstica, que incluiu visitas, estágios e contatos de formação com as equipes de coordenação das duas instituições.

1992

Início da assessoria dirigente, cujo foco é a revisão geral do projeto pedagógico da FIDE. É iniciada formação em Língua Portuguesa para os profissionais das 1as e 5 as séries.
A cada ano foram incluídas nas atividades as equipes de duas novas séries, ao mesmo tempo em que o trabalho de formação em novas áreas era introduzido nas séries já atendidas.

Inicia-se projeto de formação no Colégio Jean Piaget (São Paulo – SP), escola com proposta de educação inclusiva. Prioriza-se a Revisão Curricular da Área de Matemática.

1993

Apoio na construção do projeto pedagógico da Escola de Inglês do Instituto Harmonia, em Campo Grande (MS), na ocasião da implantação do período integral para seus alunos.

1997

A EMEF Presidente João Pinheiro (SP) volta a procurar atendimento. Boa parte de seus profissionais se aposentara e o projeto anterior, construído com apoio do Vera Cruz, corria sério risco de descaracterização. A Assessoria V. Cruz negocia patrocínio do empresário Max Tennebaun para viabilizar a parceria e desenvolve, durante um ano, ações de suporte à equipe de gestores e professores, com significativa liderança na instituição.

1999

Tem início a parceria “Assessoria V. Cruz / Banco BBA” para desenvolvimento de projetos de formação em escolas públicas paulistanas.
O projeto “Atualização curricular nas áreas de Língua Portuguesa e Matemática”, continua o diálogo iniciado em 1984 com a EMEF Pres. João Pinheiro. O material didático V. Cruz é utilizado pelos alunos dessa escola como elemento facilitador da inovação de suas práticas educacionais.

2000

A coordenadora pedagógica da EMEF Roquette Pinto (São Paulo - SP), preocupada com os baixos resultados de aprendizagem dos alunos, traz a demanda de parceria com a Assessoria V. Cruz para a formação de professores nas áreas de Língua Portuguesa e Matemática de 1º ao 4º ano. O trabalho desenvolvido durante cinco anos foi patrocinado pelo Banco BBA.

2001

Contatos com os profissionais e voluntários da ACTC – Associação de Assistência à Criança Cardíaca e Transplantadas do Coração – localizada em São Paulo (SP). Esta pergunta guiou o primeiro ano de assessoria: “Como pode esta instituição contribuir para o desenvolvimento pessoal de crianças e mães, provenientes das mais diversas e longínquas regiões do Brasil, quando de sua estadia em nossa cidade para tratamento médico?“

Em jul/2000, um grupo de pais da cidade de Venda Nova do Imigrante (ES), mobilizou-se para oferecer aos filhos um ensino de qualidade. Criaram a Coopeducar, cooperativa educativa sem fins lucrativos, e escolheram a Assessoria V. Cruz para dar suporte à construção da proposta geral e de Língua, Matemática e Estudos Sociais. O percurso de formação ancorado pela Diretora Pedagógica estendeu-se até 2006.

2003

Elaboração em conjunto com os profissionais da ACTC da proposta da linha de atuação institucional “Desenvolvimento Pessoal e Inserção Social”. Investimento na formação inicial dos dois educadores e da coordenadora contratados, após a inauguração da nova sede e uma nova sala de atividades para as crianças.

Duas escolas municipais da zona leste de São Paulo demandam projetos de formação para melhoria dos indicadores de alfabetização: EMEF Presidente Kennedy e EMEF Juarez Távora. Início do projeto “Leitura e escrita: um novo olhar” nas 1ª e 2ª séries do Ensino Fundamental.

É iniciada assessoria com duração de três anos à Escola de Educação Infantil Gimbernau, (São Paulo –SP).

Com patrocínio do Instituto C&A, continuidade do processo de formação dos educadores da ACTC. O foco é a consolidação da sala de atividades e a composição de sua proposta educativa.

2004

De outubro de 2004 a maio de 2005, realizam-se encontros com educadores do Instituto ACAIA, organização não-governamental de São Paulo. Duas perguntas guiam as reflexões:

Como potencializar o uso dos espaços e recursos disponíveis em nome do desenvolvimento das crianças?
Como organizar a rotina diária, o uso da biblioteca de modo a contribuir para a aprendizagem escolar?

2005

Diante dos bons resultados de formação dos professores e de aprendizagem dos alunos de 1ª e 2ª séries na EMEF Pres. Kennedy, em São Paulo, inicia-se a implementação dos projetos “Leitura e escrita: um novo olhar nas 3ª e 4ª séries” e “A didática da Matemática nas 1ª e 2ª séries”, por dois anos.

2006

Início do projeto “As diferentes linguagens no trabalho do CEI: novos usos do tempo e do espaço”. Proposta de inovar as práticas dos educadores e do pessoal de apoio no Centro de Educ. Infantil Antonia M. Lamberga, da rede municipal de São Paulo, que atende crianças de 6 meses a 6 anos, em período integral.

 

notícias

Física na prática
17 Mar 2017
O estudo da Física de Partículas está acelerado para um grupo de alunos da 2ª...
+
Vestibulandos a postos
15 Mar 2017
Começou o programa de revisão para os alunos da 3ª série do Ensino Médio,...
+
Como a arte representa a vida?
15 Mar 2017
As turmas da 3ª série do Ensino Médio participaram das primeiras atividades relacionadas...
+
Onde fica?
15 Mar 2017
Nas primeiras semanas de aula, os alunos do 3º ano do Ensino Fundamental, recém-chegados...
+
Campanha para um trânsito melhor
15 Mar 2017
Todo início de ano, o Inglês Vera Cruz promove uma campanha de conscientização...
+
12 de março – Dia do Bibliotecário
14 Mar 2017
Reconhecido como modelo para as escolas do Estado de São Paulo, o Sistema de Bibliotecas Vera...
+
Um inusitado grupo de percussão
13 Mar 2017
Na sexta-feira, véspera do Carnaval, uma inusitada formação de percussionistas...
+
Folia na vizinhança
13 Mar 2017
Oficialmente o Carnaval já acabou, mas a tradicional festa brasileira continua espalhando alegria...
+
Mulheres que inspiram
10 Mar 2017
 No sábado, 4 de março, a educadora e ativista social Bel Santos Mayer foi homenageada...
+
Um achado para a história da arte
09 Mar 2017
Carlos Pires, professor de dois cursos de pós-graduação do Instituto Vera Cruz...
+
Baile carnavalesco
06 Mar 2017
Ainda em clima pré-carnaval, os alunos do 3o, 4o e 5o ano participaram de um divertido baile...
+
destaques
acontece no Vera Cruz

eventos

  • Aguarde os eventos 2015!