Facebook
Esqueci a senha

Para recuperar a sua senha informe o seu e-mail:

A área restrita do site permite à:

Secretaria Virtual: documentos protegidos, álbuns de fotos e vídeos

Frontpage Slideshow | Copyright © 2006-2010 JoomlaWorks, a business unit of Nuevvo Webware Ltd.
Além dos muros da Escola

A Escola Vera Cruz tem construído projetos que criam novas parcerias de ensino-aprendizagem, a partir e para além da sala de aula, direcionando o olhar da escola para além de seus muros.

 Esses projetos têm a marca da intencionalidade da relação entre ensinar e aprender, e concretiza para cada aprendente a sua função de ensinar e para cada ensinante, a consciência do aprender. 



Os princípios da cooperação, respeito pela individualidade, valorização das diferenças, busca do bem comum presentes nas atividades diárias de sala de aula, alimentam e são alimentados pelo desenvolvimento de trabalhos voluntários que se fortalecem cada vez mais, gerando novos projetos e novas parcerias.

Entre os projetos permanentes de ação comunitária da Escola estão o Ilha de Vera Cruz.

Ao longo do ano letivo, a Escola estabelece outras parcerias e realiza projetos pontuais com diversos grupos e instituições. Conheça alguns parceiros atuais ou que já desenvolveram trabalhos com a Escola.

Rede Vagalume

O intercâmbio cultural entre adolescentes de São Paulo e da Amazônia, também conhecido como Programa Rede, contribui para ampliação do olhar de adolescentes da cidade de São Paulo e de  comunidades rurais da Amazônia Legal para a complexidade da realidade brasileira,  suas diversas culturas e relações com o meio ambiente. 

A Vaga Lume nasceu em 2001, fruto da curiosidade pelo Brasil. Iniciada a partir de um projeto piloto em municípios do Estado do Pará, completando sua primeira etapa em 2002, com alto índice de aprovação.

Diferentemente de expedições de caráter exploratório ou científico, a proposta era a troca de conhecimento entre a equipe e a população rural da Amazônia Legal: a equipe propunha-se a aprender sobre a vida dos habitantes da Amazônia e deixar aos seus interlocutores uma contribuição.

Esta contribuição chegaria na forma de um pequeno conjunto para criação de uma biblioteca, composto por uma estante recheada de livros de literatura e acompanhada de uma Formação de Mediadores de Leitura. O conhecimento, historicamente associado à ideia de “luz” era o motor deste projeto, que por analogia recebeu o nome de Vaga Lume.

Com foco na brasilidade, na curiosidade por este país continental e sua gente, a Vaga Lume escolheu a Amazônia Legal, composta pelos estados Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins e parte do estado do Maranhão, como área de atuação.

O intercâmbio cultural entre adolescentes de São Paulo e da Amazônia, também conhecido como Programa Rede, contribui para ampliação do olhar de adolescentes da cidade de São Paulo e de  comunidades rurais da Amazônia Legal para a complexidade da realidade brasileira,  suas diversas culturas e relações com o meio ambiente.

A Rede ficou em 4º lugar no Prêmio Inovação Intercultural, promovido pela Aliança das Civilizações  (UNAOC), e pelo Grupo BMW, entre 400 inscritos de 70 países. O enfoque em destaque foi a questão da interculturalidade e da aproximação das culturas promovidas pelo Programa.

 

OCA


A OCA - Associação Aldeia de Carapicuíba é uma ONG que desenvolve atividades com crianças, jovens e adultos, na periferia do Município de Carapicuíba dentro do Projeto Ecológico e Cultural da Aldeia de Carapicuíba.

Desde o seu início a AUI – Associação Universitária Interamericana, mantenedora da Escola Vera Cruz - é parceira constante na criação e manutenção do Centro de Referência da Cultura Brasileira, através de uma contribuição financeira que garante o pagamento dos salários dos profissionais que estão em contato direto com as 150 crianças que freqüentam o projeto.

As crianças em sua maioria são filhos de brasileiros que imigraram para São Paulo vindos do Norte, Sul, Leste e Oeste do país, portadores de uma vitalidade própria, aguardando apenas um chão acolhedor para que possam expressar 
sua identidade.

O reencontro com as raízes culturais, através da dança, da música, do teatro, das artes e artesanais como meios de informação e formação, foi o recurso adotado na OCA para o resgate da espontaneidade e autoestima, despertando nas crianças e nos jovens uma força reorganizadora e reintegradora das dimensões física, emocional, mental 
e espiritual. 

O Fazer Brincante é a linguagem desse grupo de jovens que hoje se apresentam em escolas, praças, parques e teatros, sinalizando com seu colorido, seu ritmo e sua alegria, o conceito de cidadania como um gesto histórico que reúne corpo e alma.

O projeto vem cumprindo seus objetivos de formação do "Educador Brincante", encaminhando seus jovens alunos para uma inserção profissional, mantendo seus primeiros vínculos empregatícios em creches e escolas públicas e privadas.

Veja algumas notícias sobre a OCA:

Para saber mais sobre a OCA, visite o site.

Instituto Acaia

Nova parceria, novas aprendizagens. No contato com os professores e alunos do ACAIA, nossos professores e alunos aprendem sentindo, partilhando, vivendo. 

Para comemorar os 46 anos do Vera Cruz, em 2009, a Escola estabeleceu uma parceria com o Instituto Acaia. Fundado no início de 2001, desde 1997 o Acaia já vinha se ocupando das crianças de famílias que vivem no entorno do CEAGESP, em duas favelas - ”da Linha” e “do Nove”-, e em Cingapuras. 

O Instituto abriga três departamentos: o Ateliê, o Centro de Estudar Acaia Sagarana e o Acaia Pantanal que visam “propiciar a esta população, tão exposta à desagregação, uma estruturação que lhe permita integrar a escola e a sociedade para lá crescerem e terem seu lugar de cidadãos”.

O Ateliê atende diariamente crianças e jovens que têm à sua disposição diversas oficinas. Aos pais e mães, à noite oferece espaço e ambiente para marcenaria, costura e bordado. O Centro de Estudar atende jovens do Ensino Médio de escolas estaduais, oferecendo a oportunidade de conquistar uma vaga nas universidades públicas. A partir de 2007, sua filial, o Acaia Pantanal, passou a atuar na região da Serra do Molar, em Corumbá (MS), desenvolvendo projetos educacionais destinados a crianças, adolescentes e adultos.

Para conhecer os primeiros frutos dessa parceria, acesse a publicação criada a partir do Boletim Feito por Nós, desenvolvido no período do aniversário do Vera Cruz para possibilitar o acompanhamento periódico das atividades desenvolvidas por alunos, professores e profissionais do Vera para a tradicional quermesse “Feito por nós”.


Encontros de leitura

O início do projeto Encontros de Leitura remonta ao ano de 2001 e é fruto de um desejo e de uma demanda. Os contatos com as diversas instituições adotadas pela escola nas festas juninas e aniversários do Vera Cruz despertaram nos alunos o desejo de atuar como voluntários nas instituições. De outro lado, a partir do contato de nossos alunos com o Abrigo Reviver, recebemos uma solicitação do diretor: “A Escola Vera Cruz poderia ajudar-nos a desenvolver nas nossas crianças e adolescentes o interesse pela leitura?”. Era o estímulo que nos faltava: tínhamos uma necessidade real a ser atendida e um conteúdo que nos era pertinente.

Nossos alunos são leitores competentes. Seria possível torná-los formadores de leitores? Como criar uma sistemática de trabalho que permitisse o compromisso necessário para que trouxesse uma contribuição efetiva não apenas para as crianças atendidas, mas para a formação de nossos alunos? Este foi o principal desafio enfrentado na montagem do projeto, no qual “quem ensina aprende e quem aprende ensina". 

Abrimos a participação para alunos do 7º ao 9º ano e criamos uma metodologia que está em constante renovação e não perde a energia desde sua criação: o desafio de formar adolescentes de doze a quatorze anos como mediadores de leitura que se preparam, planejam, responsabilizam-se e avaliam constantemente sua atuação. 

O Encontros de Leitura atua em centros de Educação Infantil levando para crianças o contato com o livro, com a literatura. Os resultados são animadores tanto em relação à formação dos voluntários, como em relação às respostas das crianças, além de interferir indiretamente na formação das professoras das instituições atendidas.

Em outubro de 2007, o projeto ganhou seu primeiro troféu no Prêmio Vivaleitura 2007. O Prêmio Vivaleitura é a maior premiação individual para fomento à leitura promovida no Brasil. Na edição 2007, o prêmio registrou a inscrição de 1.855 projetos de incentivo à leitura, vindos de todos os estados brasileiros. Em dois anos, foram mais de 5 mil projetos cadastrados. 

A premiação é uma iniciativa conjunta do Ministério da Educação (MEC), Ministério da Cultura (MinC) e Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI) e integra o Plano Nacional do Livro e Leitura (PNLL). O prêmio tem o patrocínio exclusivo da Fundação Santillana e apoio do Conselho Nacional de Secretários de Educação (Consed) e União dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime). O Prêmio VIVALEITURA tem o objetivo de estimular, fomentar e reconhecer as melhores experiências relacionadas à leitura. Ele nasceu da intenção de dar continuidade à mobilização pró-leitura empreendida durante o Ano Ibero-Americano da Leitura (2005), o “Vivaleitura”. 

 

 

destaques

prev
next

Calendário 2018

Confira os calendários de 2018 da Educação InfantilEnsino Fundamental, Ensino Médio e Inglês.

Compra de material escolar e uniforme

Clique aqui para efetuar a compra de material escolar e uniforme eletronicamente.

Paralisação no dia 23 de maio

 Clique aqui para visualizar o comunicado da Escola Vera Cruz sobre a paralisação do dia 23 de maio.

Paralisação no dia 29 de maio

 Clique aqui para visualizar o comunicado da Escola Vera Cruz sobre a paralisação do dia 29 de maio.

Romances que são filhos únicos

O 11º número da revista Ler, publicação digital do Sistema de Bibliotecas Vera Cruz, é dedicada a escritores que, por diferentes motivos, escreveram um único romance. Clique aqui para conferir. 

notícias

Bate-papo sobre jornalismo
22 Jun 2018
Para enriquecer os conhecimentos sobre os gêneros jornalísticos – parte do...
+
Dedicação e treino para os exames vestibulares
21 Jun 2018
Nem o dia frio e chuvoso, nem os jogos da Copa abalaram o empenho dos alunos do Ensino Médio,...
+
A comunidade prepara a festa
21 Jun 2018
No dia 9 de junho, o Sábado de Atividades do G5 reuniu pais, crianças e equipe em torno...
+
Entrelaços no Dia da Diva
20 Jun 2018
Após o sucesso da campanha de arrecadação em maio, o Entrelaços –...
+
Famílias em oficinas de prendas para a Festa Junina
20 Jun 2018
Na semana de 11 a 14 de junho, foram realizadas oficinas de confecção de prendas com...
+
Por dentro da rotina de um jornal
19 Jun 2018
Como parte de um projeto da área de Língua Portuguesa que estuda o gênero jornalístico,...
+
Festança multicultural
15 Jun 2018
Foi em ritmo contagiante que o Vera realizou no sábado, dia 9 de junho, mais uma edição...
+
acontece na Escola Vera Cruz
-->

eventos e atividades

  • 18/05: Visita à Praça das Corujas - 7º ano D
  • 19/05 a 24/05: Estudo do Meio - 9º ano
  • 21/05 a 24/05: Estudo do Meio - 2º série do EM (turmas B e C)
  • 22/05 a 25/05: Estudo do Meio - 2º série do EM (turmas A e D)
  • 22/05: Visita à Praça das Corujas - 7º ano C
  • 23/05 a 25/05: Estudo do Meio - 6º ano
  • 23/05 a 25/05: Acampamento 4º ano
  • 06/06: Visita à Toca da Raposa - 1º ano Manhã
  • 09/06: Sábado de atividades - G5
  • 09/06: Grande Arraial Vera Cruz
  • 11/06 a 15/06: Semana de oficinas de construção de prendas - G1 ao G4
  • 16/06: Simulado
  • 23/06: Festa Junina - G5, 1º e 2º ano
  • 24/06: Festa Junina - G1 ao G4
  • 25/06 a 29/06: Semana de provas do 2º trimestre
  • 28/06: Último dia de aula