Exílio do tempo

Vinicius

Minha infância tem
lembranças que nunca esquecerei
Se pudesse voltar,
iria sem pensar!

Na terra na areia
aventuras vivenciei
Sendo jovem, sendo grande
ou às vezes sendo rei.

Esse tempo que não volta
que nunca esquecerei
Se pudesse voltar,
iria sem pensar!

Hoje, sem infância,
outras aventuras vivenciei,
experiências que ganhei!

Quem dera,
fazer tudo outra vez,
Nesse tempo que já passou
Que nunca esquecerei …

Exílio do tempo

O tempo

Sofia Prado Stoiani

O tempo é precioso
É quando vivemos
É quando nós estamos saudáveis
É quando nós choramos
É quando nós sorrimos
É quando nós ficamos alegres
É quando ficamos tristes
É quando ficamos solitários
É quando sentimos o amor
É quando sentimos o ódio
É quando sentimos emoções
É quando ficamos doentes
É quando morremos
É quando a vida passa rápido
e nós só percebemos quando está para acabar…

O tempo

Ao mar

Rodrigo Junqueira Santiago Simoes

Azul e verde do horizonte,
Transbordando céu em nosso mar.
A paisagem nos diz para onde,
Desviar o nosso olhar.

Recortado por falésias,
Repousado em um albatroz.
Oceano de lembranças, amnésias.
Solitária ave perde-se só.

Cansada, depenada, para
Sob o sol se misturando à lua.
Sua mente, de repente, se depara,
Voar, voar, maior preocupação tua.

Não se sabe onde irá,
Que ares respirará.
Enfim, avante, para lá,
De volta ao horizonte, ao mar.

Ao mar

Paisagem

Rodrigo Bohadana Armani

A cidade se cobre de tempestade
o vento ganha velocidade
quem está na rua segue adiante.

A estrada é muito comprida
o caminho é sem saída,
curvas enganam o olhar.

Não posso seguir adiante
estou sendo ignorante
nunca saí do lugar.

Meu olhar já não enxerga
eu continuei adiante
senti meu corpo afadigar.

A estrada era a imaginação
eu era o pensamento,
trilhando meu sofrimento.

Não pude perceber a mensagem,
seguindo minha viagem
para alcançar o que tanto desejava…
encontrar a paisagem!

Paisagem

Meu refúgio

Pedro Ferretti de Sampaio Leite

Meu refúgio tem lindas dunas,
Que ficam no Ceará.
As águas que aqui dançam,
Não dançam como lá.

Mundaú tem mais estrelas,
Meu refúgio tem mais cores,
Mundaú têm mais belezas,
Mundaú tem mais amores.

Em lembrar, sozinho, à noite,
Mais amor encontro eu lá;
Meu refúgio tem lindas dunas,
Que ficam no Ceará.

Mundaú tem mais lembranças,
Que tais não encontro eu cá;
Em lembrar— sozinho, à noite —
Mais lembranças encontro eu lá;
Mundaú tem lindas dunas,
Que ficam no Ceará.

Não permita Deus que eu morra,
Sem que eu volte para lá;
Sem que desfrute as lembranças
Que não encontro por cá;
Sem qu’inda aviste lindas dunas,
Que ficam no Ceará.

Meu refúgio

Salvador

Matheus Ferraz Galvao

Minha terra tem carnaval
Como aqui não há
Lá todos pulam
E dançam parecendo sabiá

Nossas águas são mais cristalinas
Nossa vida mais colorida
Nossas matas são vivas
Oh, Bahia querida…

Minha terra tem primores
Que aqui não há
Quando fico sozinho
Lembro dos mares de lá

Nossa terra tem mais cores
Dentro do peito, tambores
cantando nossos amores
que amenizam nossas dores

Salvador

Isso é um poema?

Maria Bossonaro Bertocco

Sem inspiração
estou agora
tento atiçar a imaginação
mas ela demora.

Não consigo pensar em rimas
é como querer acertar o alvo
com a flecha apontada para cima.
não acho um bom assunto
que se organize bem em versos
mesmo sabendo que no mundo
há mil assuntos diversos

Que coisa chata
não consigo imaginar
isso quase me mata
e horrível, não conseguir imaginar

mas espere um momento!
mesmo sabendo que isso não tem tema
se estas frases vou relendo,
vejo que isso é um poema!

Isso é um poema?